Programação Cultural


A Academia Brasileira de Letras convida para o encerramento do ciclo de conferências “Centenário de Morte de Joaquim Nabuco II”, com a presença do jurista e diplomata brasileiro Rubens Ricupero, falando sobre “A diplomacia de Joaquim Nabuco e as questões de fronteiras”.

Sob a coordenação do Acadêmico e Presidente da ABL, Marcos Vinicios Vilaça, o ciclo de conferências, em sua primeira etapa, abordou temas como: "Democracia e memória em Joaquim Nabuco"; "Nabuco e o Recife"; e "Joaquim Nabuco memorialista". Já a segunda etapa contou com as seguintes conferências: "Massangana: uma glosa"; "Nabuco, o filósofo religioso"; e "Nabuco, Narciso e a glória perfeita".

“A diplomacia de Joaquim Nabuco e as questões de fronteiras” acontece hoje, 7 de dezembro, às 17h30min, no Teatro R. Magalhães Jr.. Entrada franca.

Haverá transmissão ao vivo pelo Portal da ABL.

O evento tem patrocínio da Petrobras.

Saiba mais

Rubens Ricupero é bacharel pela Faculdade Direito da Universidade de São Paulo e diplomata formado pelo Instituto Rio Branco. Iniciou a carreira em 1961, como Oficial de Gabinete dos Ministros das Relações Exteriores Afonso Arinos e San Thiago Dantas, sucessivamente. Serviu nas embaixadas em Viena, Buenos Aires, Quito e Washington e foi Chefe do Departamento das Américas do Itamaraty em Brasília.

Currículo de Rubens Ricupero

7/12/2010



A Academia Brasileira de Letras convida para a abertura do 8º e último Ciclo de Conferências de 2010, sob o tema "Centenário de Morte de Joaquim nabuco II",  com a presença de Evaldo Cabral de Mello, falando sobre "Massagana: uma glosa".
 
Sob a coordenação geral do Acadêmico e Presidente da ABL, Marcos Vilaça, o ciclo contará com mais três encontros: "Nabuco, o filósofo religioso", dia 23/11, com a presença do Acadêmico Luiz Paulo Horta; "Nabuco, Narciso e a glória perfeita", pelo Acadêmico Candido Mendes, no dia 30/11; e, finalizando o ciclo, "A diplomacia de Joaquim Nabuco e as questões de fronteiras”, por Rubens Ricupero, no dia 7/12.
 
"Centenário de Morte de Joaquim Nabuco II" tem início hoje, dia 16 de novembro, às 17h30min, no Teatro R. Magalhães Jr.. A entrada será franca e terá transmissão ao vivo pelo Portal da ABL.
 
O evento tem patrocínio da Petrobras.

16/11/2010



A Academia Brasileira de Letras convida para o lançamento da obra “Conferências sobre Nabuco”. Organizada pelos Professores Kenneth David Jackson e Severino João Albuquerque, responsáveis pelas introduções de cada um dos dois volumes, a obra apresenta ensaios ilustrativos sobre a presença de Joaquim Nabuco nos Estados Unidos, principalmente nas Universidades de Yale e Wiscosin.

A diversidade de atividades e interesses do escritor, advogado, abolicionista, parlamentar e diplomata Joaquim Nabuco reflete-se nas profissões dos autores dos artigos que compõem os dois volumes. São diplomatas, tanto do Itamaraty quanto do Departamento de Estado norte-americano, acadêmicos e pesquisadores das áreas de história e literatura, jornalistas funcionários de fundações.

Kenneth David Jackson organiza o 1º volume, denominado “Joaquim Nabuco em Yale – Centenário das Conferências na Universidade – ensaios comemorativos”; e Severino João Albuquerque o 2º: “Joaquim Nabuco e Wisconsin – Centenário da Conferência na Universidade – ensaios comemorativos”. Os livros são títulos da Editora Bem-Te-vi.

O lançamento acontece hoje, 19 de agosto, às 17h30min, no Petit Trianon.

Saiba mais

Das obras

O primeiro volume contém ensaios de Leslie Bethell – “Joaquim Nabuco e a abolição da escravidão no Brasil”; Stephanie Dennison – “A aproximação das duas Américas: a promoção do Brasil feita por Joaquim Nabuco em universidades americanas”; João Almino – “O pote de barro e a panela de ferro: a utopia de Nabuco para as duas Américas”; Marco A. Nogueira – “Joaquim Nabuco: da Abolição à diplomacia”; Humberto França – “Joaquim Nabuco e Elihu Root – A viagem pan-americana: 1906”; Norman Valencia – “As conferências norte-americanas de Joaquim Nabuco: Para uma leitura contemporânea de ‘Os Lusíadas’ de Luis de Camões”; Paulo Pereira – “Idealismo continental e pragmatismo nacional na diplomacia de Joaquim Nabuco”; e John Schulz – “Nabuco e o fracasso da Reforma Social”.

No segundo, os ensaios são de Diane Page – “Diplomacia pública: o legado duradouro do embaixador Nabuco"; Humberto França – “Joaquim Nabuco nos Estados Unidos: A diplomacia Pan-Americanista 1905-1910”; Steven Topik – “Lembrando e esquecendo: Joaquim Nabuco, Salvador de Mendonça e a amizade Brasil – Estados Unidos durante a Primeira República”; Joshua Alma Enslen – “Diplomatas e escritores: Nabuco, Machado e a Fundação da Academia Brasileira de Letras”; Pedro Meira Monteiro – “Por dentro do círculo mágico: progresso e melancolia no discurso de Madison, de Joaquim Nabuco”; Paulo Roberto de Almeida – “O Brasil e os Estados Unidos antes e depois de Nabuco: uma avaliação de desempenho relativo no plano do desenvolvimento social”; João Cezar de Castro Rocha – “Joaquim Nabuco: um intelectual entre culturas”; Jeffrey D. Needell – “Nabuco e a batalha parlamentar pela Abolição”; Celso Castilho – “Agitação abolicionista, transtornos políticos: o Recife na véspera da Campanha Abolicionista”; Peter M. Beattie – “Joaquim Nabuco, o advogado, e Thomaz, o escravo: perspectivas locais, nacionais e comparativas sobre antiescravidão e pena de morte”; e Courtney J. Campbell – “Tinha apenas em vista chamar atenção: Joaquim Nabuco, os abolicionistas britânicos e o caso de Morro Velho”; Alfred M. Boll – “Joaquim Nabuco em Washington e o desenvolvimento de serviço diplomático dos Estados Unidos”.

Dos organizadores

Kenneth David Jackson é Professor de Português na Universidade de Yale. Editor de “The Oxford Anthology of the Brazilian Short Story” (2006); “Haroldo de Campos: A Dialogue with the Brazilian Concret Poet” (2005); “Oswald de Andrade: 100 years of invention (1992); “De Chaul a Batticaloa: As marcas do império marítimo português na Índia e no Sri Lanka (2005).

Severino João Albuquerque doutorou-se em Literatura Comparada pela Universidade da Carolina do Norte em 1984. Ensina Língua Portuguesa e Literatura e Cultura Brasileira há 27 anos na Universidade de Wisconsin, onde ocupa atualmente o cargo de Professor titular. É autor de numerosos capítulos de livros e também de artigos em revistas acadêmicas, assim como dos volumes “Violent Acts” (1991) e “Tentative Transgressions” (2004). Desde 1998 é editor de Literatura brasileira na Luso Brazilian Review e de teatro brasileiro do Handbook of Latin American Studies (Lybrary of Congress).

19/8/2010



A Academia Brasileira de Letras tem a honra de convidar para encerramento do Ciclo de Conferências: "Centenário de Morte de Joaquim Nabuco", com a presença do Acadêmico Alfredo Bosi, falando sobre "Joaquim Nabuco memorialista".

A palestra, que tem a coordenação do Presidente da ABL Marcos Vilaça, aconteceu no dia 13 de abril, às 17h30min, no Teatro R. Magalhães Jr.

A primeira fase do Ciclo de Conferências sobre o Centenário de Morte de Joaquim Nabuco contou com as participações do Professor Fernando Henrique Cardoso, abrindo o ciclo e falando sobre "Democracia e memória em Joaquim Nabuco"; e Roberto Cavalcanti de Albuquerque, falando sobre "Nabuco e o Recife".

A conferência de Rubens Ricupero, que seria no dia 6/4, foi cancelada devido às fortes chuvas que aconteceram no Rio de Janeiro e será realizada em data a ser definida.

O evento teve entrada franca. Os inscritos na primeira conferência, realizada dia 18/3, estão automaticamente inscritos nas demais palestras do ciclo. Serão fornecidos certificados de frequência.

A conferência foi transmitida ao vivo pelo Portal da ABL e tem o patrocínio da Petrobras.

13/4/2010



A Academia Brasileira de Letras teve a honra de convidar para o Ciclo de Conferências Centenário de Morte de Joaquim Nabuco, com a presença do escritor, advogado, economista e historiador Roberto Cavalcanti de Albuquerque, falando sobre "Nabuco e o Recife".

A palestra, que teve a coordenação do Presidente da ABL Marcos Vinicios Vilaça, foi realizada no dia 30 de março, às 17h30min, no Teatro R. Magalhães Jr.

O evento teve entrada franca, mediante inscrição prévia no Portal da ABL. Os inscritos na primeira conferência, realizada dia 18/3, estão automaticamente inscritos nas demais palestras no ciclo. Serão fornecidos certificados de frequência.

A conferência foi transmitida ao vivo pelo Portal da ABL e teve o patrocínio da Petrobras.

Saiba mais

Roberto Cavalcanti de Albuquerque
Advogado e economista, Roberto Cavalcanti de Albuquerque fez pós-graduação na Universidade de Colúmbia, Nova York, em 1964. Foi professor titular de Economia da Universidade Federal de Pernambuco, professor visitante da Universidade de Harvard, do Instituto Internacional de Administração Pública (Paris) e membro do Corpo Permanente da Escola Superior de Guerra (1985-90).

Foi superintendente do Condepe, do IPEA, secretário de Planejamento da Secretaria de Planejamento da Presidência da República (1974-9) e secretário-geral do Ministério do Interior (1979-85).

É, desde 1991, diretor técnico do Instituto Nacional de Altos Estudos, INAE - Fórum Nacional, Rio de Janeiro.

Especialista em desenvolvimento regional e planejamento estratégico têm vários livros e artigos publicados, no Brasil e no exterior. Entre os 25 livros publicados, os mais recentes são Coronel, coronéis (com Marcos Vinicios Vilaça), 2006, 5a. edição brasileira e outros como: Memorial da Restauração/Nabuco: razão e sentimento, 2005;
Cinco décadas de questão social no Brasil e os grandes desafios do crescimento sustentado (com João Paulo dos Reis Velloso); A nova geografia da fome e da pobreza (com João Paulo dos Reis Velloso); A promoção do desenvolvimento: os 50 anos do BNDES e do Banco do Nordeste (com João Paulo dos Reis Velloso); Gilberto Freyre e a invenção do Brasil. José Olympio, 2000; Brasil-Portugal, desenvolvimento e cooperação: o diálogo dos 500 anos (com António Romão).

30/3/2010




21 3974 2500 | E-mail | Av. Presidente Wilson 203, Castelo, Rio de Janeiro, RJ
Copyright © 2010 • Política de PrivacidadeCréditosMapa do siteLinks